terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

sorte a tua
que apenas de corpo
eu estava nua
e de alma
estava embrulhada,
pois não manterias a calma
ao ver
tanta matéria bruta
tanta voluptuosidade
tanta astúcia
que choque de realidade
terias
ao perceber que
- mais que mulher -
sou amor
do alto da cabeça
ao dedo do pé